Infância | Creche e Jardim de Infância

Apresentação

As valências de Infância que a Santa Casa da Misericórdia de Tondela disponibiliza – Creche e Jardim de Infância – funcionam no Infantário Popular da Santa Casa da Misericórdia de Tondela, na Rua Tenente Valadim, em Tondela, respeitando as normas e procedimentos de funcionamento cobertos pelos acordos de cooperação estabelecidos com a Segurança Social.

A Creche tem capacidade para 66 crianças e o Jardim de Infância/Pré-escolar capacidade para 75 crianças.

O Infantário Popular funciona todos os dias úteis das 7H30 às 19H30 e encerra para férias na segunda quinzena de agosto.

O Infantário Popular da Santa Casa da Misericórdia de Tondela presta um conjunto de atividades e serviços nomeadamente:

  • Alimentação adequada, à idade da criança, sem prejuízo de dietas especiais em caso de prescrição médica, sendo a aquisição de produtos específicos da responsabilidade dos encarregados de educação;
  • Cuidados de higiene e conforto da criança;
  • Atividades pedagógicas, lúdicas e de motricidade, em função da idade e necessidades específicas das crianças, atendendo às metas de aprendizagem definidas para o pré-escolar;
  • Atendimentos individuais aos responsáveis, sempre que estes o desejem

Os critérios de admissão, períodos para inscrições e matrículas, assim como documentos necessários apresentar e fórmulas de cálculo das mensalidades, estão contempladas nos Regulamentos Internos consultáveis neste site.

Jardim de Infância/Pré-escolar

O Pré-escolar é um equipamento de natureza socioeducativa vocacionado para o apoio à família e à criança, destinado a acolher crianças entre os 3 anos e a idade de ingresso ao ensino básico, durante o período correspondente ao impedimento dos pais ou de quem exerça as responsabilidades parentais.

 Objetivos:

  • Fomentar o desenvolvimento integral da criança através do aproveitamento das suas apetências e potencialidades, durante o afastamento temporário do seu meio familiar;
  • Colaborar com as Famílias na promoção da Saúde e habilitá-las a um melhor conhecimento desta, para uma mais perfeita atuação no processo educativo;
  • Assegurar os cuidados de higiene e alimentação adequados à idade das crianças;
  • Estimular o convívio entre as crianças de forma a uma perfeita integração e inclusão social;
  • Despertar a curiosidade e o pensamento crítico;
  • Preparar a criança para o ingresso no ensino básico fomentando hábitos de atenção, estudo e trabalho;
  • Contribuir para corrigir os efeitos discriminatórios das condições socioculturais no acesso ao sistema escolar;
  • Assegurar a colaboração dos diversos níveis do pessoal técnico, em estreita complementaridade educativa, tendo como finalidade responder de forma integrada às necessidades biopsicossociais nas diferentes etapas do desenvolvimento da criança;
  • Colaborar de forma eficaz no despiste precoce de qualquer inadaptação ou deficiência assegurando o seu encaminhamento adequado;
  • Desenvolver ações em parceria com a Comunidade, promovendo uma melhor relação Comunidade Misericórdia;
  • Desenvolver uma ação social de carácter preventivo e educativo, quer no contexto individual, quer no contexto coletivo, promovendo a solidariedade e os laços de vizinhança;

Creche

A creche é um equipamento de natureza socioeducativa vocacionado para o apoio à família e à criança, destinado a acolher crianças até aos 3 anos de idade, durante o período correspondente ao impedimento dos pais ou de quem exerça as responsabilidades parentais.

Objetivos:

  1. Facilitar a conciliação da vida familiar e profissional do agregado familiar;
  2. Colaborar com a família numa partilha de cuidados e responsabilidades em todo o processo evolutivo da criança;
  3. Assegurar um atendimento individual e personalizado em função das necessidades específicas da criança;
  4. Prevenir e despistar precocemente qualquer inadaptação, deficiência ou situação de risco, assegurando o encaminhamento mais adequado;
  5. Proporcionar condições para o desenvolvimento integral da criança, num ambiente de segurança física e afetiva;
  6. Promover a articulação com outros serviços existentes na comunidade